Eurico Miranda se irrita e discute com comentarista durante programa do FOX Sports



O presidente do Vasco, Eurico Miranda, bateu boca ao vivo nesta segunda-feira com o comentarista do Fox Sports, Eugênio Leal, no programa Expediente Futebol. De acordo com Rogerio Jovaneli, do UOL Esporte, o motivo foi um comentário irônico do jornalista sobre a reviravolta na anunciada contratação do ex-lateral do Flamengo, Léo Moura, do time norte-americano Fort Lauderdale Strikers.

“Melhor ficar com um pezinho atrás porque o Eurico, veterano, experiente dirigente de futebol não aprendeu ainda que contratação só com preto no branco pra assinar. Antes disso, não dá, paga mico'', comentou, Leal, sobre a desistência de Léo Moura de jogar pelo Vasco.

Foi então que Eurico, por telefone, entrou ao vivo para confrontar o comentarista da Fox: “Eugênio Leal ainda tem que comer muita carniça pra me ensinar alguma coisa. Não tenho que aprender coisa nenhuma com Eugênio Leal.''

“Em momento algum o Vasco procurou Léo Moura. Foi o Léo Moura quem procurou o Vasco. Ficou tratando com o meu vice-presidente de futebol, que tem toda credibilidade. Encontrou na casa do meu vice-presidente, acertou, então por isso eu divulguei. Não venha agora me dar lição de como as coisas devam ser feitas. Se ele não cumpre aquilo que combinou com as pessoas, é outra coisa. Se ele um dia quiser jogar no Vasco, nem de graça'', garantiu o cartola.

Inicialmente, o comentarista não queria responder a Eurico, mas, após insistência do âncora da atração, o narrador João Guilherme, Eugênio topou: “mantenho a mesma opinião.''

“Mas não manda letra pra mim'', devolveu Eurico, para nova crítica do jornalista: “o Vasco deveria assinar o contrato antes de anunciar.''

“Qual o mal que tem o Léo Moura não vir pro Vasco? Qual o dano que causa? Zero'', insistiu o presidente cruz-maltino, convicto que não havia cometido erro algum.

Já após desligada a ligação de Eurico Miranda, Eugênio Leal voltou a “bater'' no cartola: “veio a público pra tentar mudar o foco da crise gigantesca, anunciar contratação de um ídolo de um rival e sonhar com um nome internacional. Foi o que foi feito, isso é antigo no futebol. E aí acabou pagando um mico de anunciar um jogador que não vem. Se afobou, colocou o carro na frente dos bois e depois ficou nervosinho'', atacou.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.