Repórter da ESPN Brasil rebate comentário machista de auditor do TJD; entenda o caso


Durante o julgamento do atacante palmeirense Dudu, na última segunda-feira, o auditor do TJD, Wlademir Cassani fez um comentário desrespeitando as mulheres. Ao final da audiência, Gabriela Moreira, repórter da ESPN, o procurou para rebater as lamentáveis declarações. A informação é do Torcedores.com, por Rafael Alaby Martins Ferreira.

“Eu sei que o goleiro é o único que pode pegar a bola com a mão. Tem muita gente que não sabe. Principalmente as mulheres”, falou Cassani.

Durante participação no programa “Bate-Bola”, na tarde desta terça-feira, Moreira explicou como abordou o auditor.

“Tinham cinco mulheres na plateia: Lara, da Fox, Ana Thaís, da Rádio Globo, Camila Mattoso, do site da ESPN, eu e uma colega da Band. Na hora do julgamento não pude fazer nada, mas assim que acabou eu falei:  Meritíssimo doutor, que péssima hora para o senhor fazer esse comentário preconceituoso e machista dessa forma. Ele falou: ‘Mas isso foi piada, minha filha’. Respondi: Mas é na piada que se eterniza o preconceito e o machismo. Você me desculpe e fique tranquilo. Eu jogo futebol segunda, terça e quinta. Inclusive Camilla e Ana Thaís jogam no mesmo time. A gente convida o senhor para ir jogar bola conosco, mas fique tranquilo que o senhor vai poder chutar e fazer gol naquele que é o maior”, rebateu.

A jornalista fez questão de elogiar a postura do presidente do Tribunal, que logo após a fala do colega pediu desculpas.

“O presidente do TJD, Mauro Marcelo fez a interferência, uma ressalva em defesa daquela comissão, porque a Dra. Sônia Andreotti Carneiro era uma mulher. Ele (Wlademir Cassani) não acredita nem na capacidade de entendimento de futebol de um de seus pares. Na essência do dr. foi todo o conservadorismo, o machismo, preconceito e o clubismo”, completou Gabriela.

Palmeirense declarado, Cassani votou pela redução de pena de Dudu.

“Ele defendia redução de pena de Dudu. Eu ainda falei: além de tudo você cometeu dois erros no seu voto. Você confundiu Rafael Sobis com Rafael Moura. Você revelou que é palmeirense no seu voto. Falou ‘Graças a Deus que o Thiago Heleno saiu do Palmeiras’. Ele respondeu. ‘Eu sou palestrino desde que nasci. Qual problema?’. ‘Aqui é uma coisa, o que torço é outra’. Você errou. Trouxe para o seu voto um conceito de torcedor”, disse.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.