Carolina Portaluppi vai fazer participação semanal em programa esportivo da Mix FM do Rio de Janeiro


Carolina Portaluppi ficou famosa após aparecer em fotos ao lado do pai Renato Gaúcho. Depois disso, ela ganhou atenção da mídia e chegou até figurar na TV, integrando o programa humorístico "Panico". Agora, ela dá um novo passo em sua vida, na carreira no rádio. Ela estreou no “De Primeira” na última quarta-feira, programa da rádio Mix no Rio de Janeiro, mas não esquece a vida na televisão.

“Nunca trabalhei em rádio, é um grande desafio. Estou mais acostumada e me identifico com TV. É uma coisa que eu gosto, que acho mais fácil. Rádio é mais difícil, mas gosto de desafio, de sair da zona de conforto. É bom até para a faculdade (Carol está no segundo ano de jornalismo), que algumas matérias que são de rádio. Mas me identifico mais com TV, talvez eu vá para esse lado, esse seja o caminho, mas ainda estou na metade da faculdade, não tenho certeza”, disse Carol a reportagem.

“Foi muito gostoso estar com a Sabrina (Sato, na Record). Gosto muito essa coisa de entretenimento, de show e palco. Me identifico com muita coisa, e acho que vou acabar fazendo isso, mas quero ver radio, acho bem legal”, completou.

Para lidar melhor com os programas, a modelo aprende em casa, com Renato Gaúcho. Segundo Carol, o ex-atacante fica ansioso com as chances que ela tem e tenta dar dicas de jornalismo.

“Ele dá dica, acha que sabe tudo e nunca fez jornalismo, acha que é jornalista”, brinca. “Ele fala para respirar bem, falar pausadamente, quer falar um monte de coisa para dar dicas. Fica muito mais nervoso quando vou fazer trabalho, até se for foto, como modelo. Ele quer me ajudar, fala para fazer pose, gosta de opinar por ser pai. Como o programa é ao vivo e as pessoas podem interagir, ele fica mais nervoso. Fica muito tenso, fala para não responder nada”, complementa.

O programa esportivo na rádio tem uma parte humorística e Carol já sabe que terá de ouvir brincadeiras pelo fato de ser filha de Renato Gaúcho. “Estou preparada. Acontece e acho normal, já levo na brincadeira”, responde.

Carol terá participação fixa no programa de rádio, mas só estará presente uma vez por semana para não atrapalhar sua rotina na faculdade. “Estou bem animada, me deixaram bem à vontade para falar sobre o que quisesse. Serei a Carol mesmo, nenhum personagem. Estou bem ansiosa por isso, achei bem legal”, falou.

Sobre o futuro, a modelo ainda não sabe se seguirá na área esportiva, mesmo sendo muito ligada a isso.

“Me identifico com esporte, não só futebol, todos os tipos. Eu luto há 5 anos, meu pai odeia isso porque arrasto ele para exames de faixa, todo UFC eu quero ver. Ele tem medo que eu me machuque, mas eu adoro. Gosto de surfe, faço wakeboard. Modéstia parte, eu entendo, gosto e me identifico muito. Gosto também de entretenimento e você se prende a muita coisa fazendo só esporte, fico muito na dúvida”, finaliza a modelo.

Com informações do UOL Esporte, por Leandro Carneiro .


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.