Nova série do "RJTV" da Globo Rio mostra como o esporte muda vidas


A partir da próxima segunda-feira, dia 24, o 'RJTV' 2ª edição revela histórias de pessoas que deram outro rumo à vida, muito mais feliz e bem sucedido, por conta do esporte. Na nova série 'Mudando Vidas', a repórter Flávia Jannuzzi conta, em quatro episódios, o poder transformador do esporte na vida de Gabriel, da Providência; de Salomão, que viveu 30 anos no mundo das drogas; de Claudio, que encarou 16 cirurgias para não perder a visão; e de Henry, que abriu uma oficina de pranchas para crianças da comunidade do Terreirão.

O episódio de estreia conta a história de Gabriel de Oliveira, de 16 anos, nascido e criado no Morro da Providência. Há uns anos ele tinha fama de brigão e apelido de 'Pit Bull'. Agora, acaba de se tornar campeão mundial de Jiu Jitsu em um recente campeonato na Califórnia, nos Estados Unidos. Seu professor e técnico na sede da UPP da Providência diz que ele foi uma das piores crianças que já orientou. "Ou estuda e se comporta ou está fora do jiu jitsu", deu o ultimato a Gabriel. Hoje, 50 medalhas depois, Gabriel reconhece que lhe faltava educação, aprendeu que era preciso ter respeito pelos outros e é exemplo para os 200 alunos do projeto da Providência.

O segundo episódio desvenda a trajetória de Salomão. Aos 50 anos, ele nada na categoria Master do Tijuca Tênis Clube e tem uma meta: atravessar o Canal da Mancha. Descobriu ser portador do vírus da AIDS e superou 30 anos de dependência química, período que define como "três décadas na escuridão". Não fosse a droga, Salomão poderia ter tido sucesso nos saltos ornamentais, modalidade que praticou dos nove aos 14 anos. Mas foi outro esporte, a natação, que mudou a sua vida. Salomão nada ultramaratonas de até 25km em alto mar. "É a prova de que não existe idade para recomeçar!", afirma a médica infectologista que o trata.

No terceiro episódio, vamos descobrir que Cláudio dos Santos, presidente da Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro, precisou passar por 16 cirurgias para não perder a visão, após uma bactéria ter acabado com a sua carreira de atleta. Participou de muitas competições de mountain bike até o dia em que uma bactéria mudou a sua vida. E é no mesmo esporte que ele busca forças para recomeçar. Ele é o responsável por 11 projetos sociais que ensinam crianças e adolescentes a andar de bicicleta e a revelar novos talentos para o esporte. O 'RJ' vai com ele até Maricá conhecer um dos projetos.

Vem do mar o episódio de quinta-feira, dia 27. Nesse dia, a repórter Flávia Jannuzzi visita um projeto de surfe na comunidade do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes, para conhecer a oficina de pranchas de Henry Lelot. O objetivo de Henry é criar a prancha perfeita para que cada garoto da comunidade se torne um atleta.

A série vai ao ar de 24 a 27 de agosto no 'RJTV' 2ª edição, logo após a novela 'Além do Tempo'.

Fotos: Gabriel de Oliveira, do Morro da Providência, é campeão mundial de Jiu Jitsu e o personagem do primeiro episódio do quadro 'Mudando Vidas'.
Crédito Globo/Divulgação


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.