Mais de 250 árbitros assinam ação contra Globo para que imagem não apareça em jogo


A ação aberta no Tribunal de Justiça de Pernambuco, que tenta proibir que a imagem dos árbitros apareça nas transmissões dos jogos, é assinada por 255 juízes e assistentes.

De acordo com a Folha de São Paulo, por Marcel Rizzo, o processo tem como alvo a Globo, que detém o direitos de transmissão do futebol no país, e que é responsável por repassar porcentagem do direito de arena do valor total que paga pelos torneios que exibe — hoje, por lei, esse repasse é feito apenas para atletas.

Entre os árbitros que aparecem no processo estão aqueles que mais se destacam no Brasileiro da Série A neste ano, como Anderson Daronco, Leandro Pedro Vuaden e Dewson Freitas.

A intenção da Anaf (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol), que organizou a ação, é que a Justiça proíba que a imagem do árbitro apareça nos jogos, inclusive naqueles ao vivo, o que praticamente inviabilizaria as transmissões.

A ideia é fazer pressão para reverter o veto da presidente Dilma Rousseff ao artigo do Profut que daria aos árbitros 0,5% de todo o valor pago anualmente pelas empresas detentoras de direito de transmissão dos jogos no Brasil pelo direito de arena — estima-se algo em torno de R$ 8 milhões por ano.

Procurada, a Globo não informou se já foi notificada pela Justiça.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.