Com negociações complicadas, estados do RJ, RS, MG e PR ainda não renovaram contrato de TV dos estaduais


O anúncio da renovação do contrato de televisão do Paulista com a Globo, por seis anos, transformou o campeonato em uma exceção em meio aos problemas enfrentados pelos outros Estaduais. Segundo informações do jornalista Rodrigo Mattos no UOL, as competições regionais que envolvem os outros grandes clubes têm acordos só até 2016, e negociações complicadas para extensão dos acordos com a rede.

São os casos de Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná. Os grandes clubes desses Estados criaram a Liga Sul-Minas-Rio, que passará a ser chamada de Primeira Liga, e deixaram de priorizar o Estadual.

“Queira ou não isso afeta. Quando você vai vender uma placa, o anunciante quer saber o que está acontecendo, qual competição será jogada. Causa prejuízo'', contou o presidente da Federação Paranaense, Hélio Cury. Ele iniciou as conversas com a Globo, mas essas estão em um momento preliminar.

A Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) não tem negociação com a emissora ainda para 2017. Internamente, é consenso que a debandada da dupla Fla-Flu para a Primeira Liga afetou o cenário econômico do Estadual.

No Rio Grande do Sul, o presidente Francisco Noveletto, ainda não tem negociação de contrato para 2017. Admitiu que, dependendo da vontade de Inter e Grêmio, o modelo do Estadual pode ser revisto para aquela temporada. Minas Gerais também só tem contrato até o próximo ano.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.