Globo tenta prorrogar contratos de transmissão até 2020, mas clubes ainda não concordam


Com contratos de direitos de transmissão de 2016 a 2018 já assinados com os clubes da Série A, a Globo está tentando negociar uma prorrogação do acordo para os dois anos seguintes, ou seja, até 2020. A informação é do Lancenet, assinado por Igor Siqueira.

No entanto, já que a esticada de vigência não prevê um aumento substancial de receita, os clubes não estão dispostos a toparem a proposta, alegando que os gastos estão crescendo cada dia mais. A negociação para 2019 e 2020, pelo discurso atual, vai ficar para o futuro.

Os contratos atuais, que se encerram em 2015, fazem com que a Globo invista R$ 1,1 bilhão por temporada, sendo R$ 650 de TV aberta e R$ 450 da fechada. A emissora tem outros gastos – como premiação, passagens e hospedagens – e diz que o total chega a R$ 1,3 bi.

A Globo tem contrato a longo prazo com Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Santos, Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Coritiba, Atlético-PR, Goiás, Sport, Bahia e Vitória.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.