Proposta para rateio de TV da Sul-Minas-Rio tem parcela igual; entenda


Além de aprovar a tabela, filiados da Liga Sul-Minas-Rio receberam do diretor-executivo Alexandre Kalil, na última sexta-feira, em reunião na sede social do Cruzeiro, proposta para divisão das cotas de televisão.

Conforme informações do site Superesportes MG, a primeira oferta foi apresentada da seguinte forma: divisão igualitária entre os clubes filiados de 44% do valor a ser pago pela emissora detentora dos direitos – cada equipe ficaria com cerca de 3,66% –, outros 44% para visibilidade (pay-per-view, por exemplo) e 12% destinados à premiação da Liga.

O valor correspondente à visibilidade beneficiaria os clubes com maior poder de venda na televisão. No ranking do último Campeonato Brasileiro, Flamengo, Cruzeiro, Atlético, Grêmio, Fluminense e Inter somaram, respectivamente, maiores arrecadações.

Ouvido pela reportagem, o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto, não confirmou detalhes, mas disse que o tema foi discutido na reunião da última sexta-feira. “Discutimos sobre cotas, houve uma proposta, mas não sei te confirmar sobre detalhes. Ouvi que uma parte será dividida igualmente entre os clubes”, disse. Alexandre Kalil não quis se manifestar.

A próxima reunião entre os filiados da Liga, no dia 12 de novembro, em Porto Alegre, pode ser decisiva para divisão das cotas de televisão. No encontro da última semana, em Belo Horizonte, o Flamengo mostrou insatisfação com a divisão proposta pelo diretor-executivo do grupo.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.