Após atentados em Paris, Raí deixa estúdio de programa na ESPN para ligar para a filha


A França recebeu a Alemanha para amistoso preparatório para a Euro-2016. Mas alguns ataques terroristas abalaram a capital francesa nesta sexta-feira. De acordo com Torcedores.com, por Thiago Braga, o ex-jogador Raí, que participava do “Bate-Bola”, da ESPN Brasil, deixou o estúdio para ligar para uma das filhas dele, que mora em Paris.

“Tudo bem. Ela estava em casa. A casa dela não é longe do Stade de France, mais ou menos uns 4km. Ela disse que não ouviu a explosão. Mas que são em quatro pontos as explosões, em lugares centrais, com bastante gente”, tratou de tranquilizar Raí, bastante aliviado.

Segundo a agência de notícias francesa France Presse, são 60 mortos até o momento. Além disso, a casa de espetáculo Bataclan, onde acontecia o show da banda Eagles of Death Metal, foi tomado por terroristas que fizeram, de acordo com a imprensa francesa, 100 reféns.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.