Canais Esporte Interativo devem entrar na SKY, NET e Claro até fevereiro, diz especialista em TV


Há mas de um mês no ar, a Liga dos Campeões continua sendo alvo de um grande impasse na TV paga brasileira. O grande problema é que o Esporte Interativo não  consegue entrar nas maiores operadoras de TV paga do país, Net e Sky e Claro, que concentram 70% a 80% dos assinantes de TV paga do país.

Enquanto negocia com as operadoras, a Turner tenta não deixar o campeonato passar em branco e segue com suas táticas de "pressão". Além de exibir alguns jogos em canais de filmes como Space e TNT, a programadora deixará os assinantes escolherem dois jogos da Liga dos Campeões da Europa para ver ao vivo no Space, nos dias 24 e 25 de novembro.

Segundo o R7, em publicação da jornalista Keila Jimenez, em termos de faturamento, a exibição da Champions League no EI é um caso praticamente perdido. Mesmo que consiga entrar na Net e na SKY, o canal não terá tempo para vender patrocínios e não conseguirá receber um repasse grande por assinantes.

Mas, mesmo assim, a Turner segue jogando pesado para ter a competição no maior número de domicílios com TV paga no Brasil. Comenta–se no mercado que a programadora, prestes a negociar com operadoras a renovação de contratos de canais importantes como TNT, pretende usar a inclusão do EI como condição do novo acordo.

A confusão é grande, mas pode estar perto de final em paz. Segundo a mesma fonte, da especialista em bastidores da televisão e seu mercado nacional. estão avançadas as negociações do EI com as grandes operadoras para que o canal entre no ar a tempo da fase mais importante da Champions League, o mata-mata, que começa em fevereiro.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.