Galvão Bueno sugere retaliação da CBF ao SporTV por comentário; entenda


Em uma espécie de editorial no “Bem, Amigos'' desta segunda, o narrador da Globo e apresentador do SporTV, Galvão Bueno, criticou uma suposta retaliação por parte da CBF ao vetar em seu programa da próxima semana, em Salvador, a presença de Careca, auxiliar pontual para jogos das Eliminatórias contra Argentina e Peru. O motivo: notícia dada por profissional do canal sobre possível queda do técnico Dunga. A informação é do UOL Esporte.

“Já estava tudo acertado que receberíamos o Careca, que é o assistente pontual. Recebemos agora uma comunicação do Gilmar dizendo que não será possível, porque tá todo mundo sob muita pressão por ter surgido um comentário na transmissão de um jogo do Campeonato Francês de um profissional que eu respeito muitíssimo, Raul Quadros, que dizia que uma fonte disse a ele que teremos uma substituição no técnico da seleção brasileira'', contou Galvão, visivelmente contrariado com a medida.

E continuou: “então, nesse momento, o Careca não poderá vir como convidado do “Bem, Amigos''. Acho que aí começa se perder um pouco a tranquilidade e se misturar as coisas e é profundamente lamentável.''

“Careca, queria dizer a você que as portas desta casa estarão sempre abertas a você, como já veio várias vezes e que nós vamos fazer um belo programa em Salvador [local do jogo entre Brasil e Peru] e isso não muda nada o nosso pensamento, os comentários que Casagrande, que eu, Arnaldo tenhamos que fazer sobre esse confronto com a Argentina e em outros jogos'', acrescentou.

E Galvão fechou a sua longa explanação reclamando de pressão de “um profissional do futebol'' ao SporTV para que o comentarista revelasse a sua fonte sobre a mudança no comando técnico da seleção.

“Acho uma coisa tão pequena, tão profundamente lamentável, de uma pequenez e não dá pra entender. Só um recado: jornalista jamais revela a sua fonte. E não há nada mais feio do que um profissional do futebol pressionar a direção de uma casa para que o jornalista revela a sua fonte. É sagrado no exercício do jornalismo, é previsto em lei, o jornalista não revela a sua fonte'', finalizou.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.