Após deixar a Primeira Liga, Kalil garante que TV vai comprar direitos de transmissão



A Primeira Liga foi cenário de mais uma polêmica no último sábado, quando o então diretor executivo da instituição, Alexandre Kalil, anunciou sua saída via Twitter. Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, o dirigente esclareceu as razões pelas quais deixou a entidade, mas garantiu que torce pelo seu sucesso. A informação foi publicada pelo portal Terra.

"Cinco clubes, que não vou falar os nomes, fizeram um complô contra mim. Por isso, saí. Conspiração é assim, feita na sombra. Fui pego de surpresa. A chance de eu voltar é zero. Não caio em esparrela. Porém, a Liga é de todos nós, e torço muito para dar certo", afirmou.

O ex-presidente do Atlético-MG ainda afirmou que sua saída é uma maneira de fortalecer a Primeira Liga e acredita no sucesso do torneio que terá início no dia 27 de janeiro e se encerrará em 31 de março.

"A Liga já está aí, pronta, é irreversível. A TV irá comprar. É muito melhor passar um Atlético-MG x Flamengo do que Vasco x Cabofriense. Minha saída fortalece muito a Liga. Se não colocarem para rodar em 2016, os 15 clubes sairão muito desmoralizados", disse.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.