Botafogo renova com Globo até 2020, mas há risco de contrato ser cancelado



O Botafogo aceitou a proposta da Globo e renovou contrato até 2020 sobre o direito de transmissões dos jogos. Com isso, o clube tem a receber R$ 17 milhões da emissora de luvas pelo novo acordo. Porém, os departamentos jurídicos da empresa e do Alvinegro não se entendem, o que pode gerar até uma rescisão precoce.

Segundo o UOL Esporte, a Globo considera que o Botafogo precisa resolver problemas fiscais para poder receber o valor. O clube, por outro lado, acredita ter a situação regularizada após aderir ao Profut no dia 25 de novembro. Esse impasse está causando transtorno e a falta de entendimento no diálogo pode mudar o rumo da história.

"O Botafogo ainda está analisando o que vai fazer. Está em aberto, mas atualmente as conversas não estão legais. Os departamentos jurídicos não enxergam a situação da mesma forma. O contrato só é válido se recebermos o dinheiro, senão é melhor rescindir e deixar o antigo [até 2018] valendo", disse o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira.

Para o Botafogo, o imbróglio é muito ruim e interfere diretamente no planejamento para 2016. Isso porque os R$ 17 milhões teriam algumas funções. Uma delas é o aporte que a diretoria contava para realizar algumas contratações nesse mercado da bola.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.