Comandada por Galvão Bueno, transmissão da final do Mundial de Clubes na Globo é marcada por "show" de gafes


A Globo usou uma de suas principais equipes para a transmissão de Barcelona e River Plate, com Galvão Bueno, Casagrande e Paulo César de Oliveira. Mas a transmissão ficou marcada por alguns equívocos e muita cornetada nas redes sociais, segundo o UOL Esporte.

Como normalmente acontece, o narrador foi o principal alvo das cornetas na vitória do Barcelona por 3 a 0. Veja os principais erros abaixo:

Mascherano no Manchester United
Em mais de um momento da partida, Galvão Bueno e Casagrande falaram sobre como Mascherano evoluiu em sua passagem pelo Manchester United. Ele nunca jogou no clube inglês, quem foi para Manchester depois do West Ham foi Tevez.

Mourinho no Chelsea
Ao falar do Mundial conquistado pelo Corinthians, Galvão Bueno colocou José Mourinho no banco de reservas do Chelsea, mas o treinador na ocasião era Rafa Benítez. O narrador até disse que ele foi demitido pela derrota.

Jejum do Liverpool
O narrador se atrapalhou ao falar sobre a final entre Liverpool e São Paulo. “O Liverpool estava há oito gols sem tomar jogos”, falou.

Quem é a torcida que canta?
Após o segundo gol do Barcelona, Galvão exaltou o grito da torcida do Barcelona. Mas, ao fundo, era a torcida do River que gritava sua música tradicional citando a Libertadores.

Rakitic e seu país de origem
O croata Rakitic foi exaltado pelo narrador o tempo todo, mas ele errou seu país de origem. O meia não nasceu na República Tcheca.

Jorge Alba
O comentarista Paulo César de Oliveira não escapou da cornetagem também. Ao criticar o lateral Jordi Alba, ele o chamou de Jorge.

Capitão do Barcelona
Ao falar sobre Busquets, Galvão exaltou o espírito de liderança, até cobrou um jogador assim na seleção brasileira, e disse que era preciso a atuação do volante por Messi ser um capitão calado. Mas quem leva a braçadeira de capitão no Barcelona é Iniesta.

Barcelona x Corinthians
Casagrande já havia comparado o Corinthians ao Barcelona algumas vezes e não foi diferente na final. Ele disse que Tite faz o Corinthians jogar parecido com Barcelona e depois falou que dá gosto ver Barcelona, Bayern e Corinthians jogarem.

Frases óbvias
“Futebol é futebol, time argentino é time argentino”, disse Galvão em determinado momento do jogo. Já Casagrande se impressionou com a defesa de Bravo. “O Barcelona também tem goleiro”.

River no Mundial
Casagrande disse que fazia tempo que o River Plate não jogava o Mundial, desde 86. Mas, na verdade, os argentinos estiveram no Japão em 1996, contra a Juventus.

Confira o vídeo com os gols da partida, na voz de Galvão Bueno:

O Barcelona foi campeão mundial de clubes, vencendo o River Plate na final. Confira os gols na voz de Galvão Bueno!LEIA TAMBÉM: Comandada por Galvão Bueno, transmissão da final do Mundial de Clubes na Globo é marcada por "show" de gafes - http://migre.me/stI4b

Posted by Mídia Esportiva on Domingo, 20 de dezembro de 2015



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.