Conmebol reajusta cotas de TV da Libertadores após reclamação do Corinthians



Após o superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, criticar a premiação dada pela Libertadores da América e dizer que o time brasileiro não jogaria a competição caso a Conmebol não aumente a cota para 2016, a entidade decidiu um reajuste de 40% nas cotas para o próximo torneio.

De acordo com informações preliminares do UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, o campeão pode ganhar US$ 3 milhões pelo título, já o vice, US$ 1,5 milhão. No entanto, somados os valores recebidos pelos jogos em todas as fases, quem levantar a taça da Libertadores poderá faturar até US$ 7,3 milhões, quase R$ 30 milhões. Se o vencedor tiver jogado a primeira fase da competição, o montante sobe ainda mais: US$ 7,7 milhões.

"Soubemos das reclamações do Corinthians. Não coincidem com o que pagamos no ano passado. O Comitê Executivo aprovou para os prêmios, 40% de aumento em relação a 2015. Serão US$ 450 mil por partida", disse o diretor de competições da Conmebol, Hugo Figueredo, em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (21), em Assunção, no Paraguai, que esclarece sobre a competição de 2016.

Antes, os valores por partidas eram de US$ 300 mil. "Estamos tentando aumentar os contratos para aumentar os prêmios para os outros anos", comentou o presidente da Conmebol Wilmar Valdez.

Os times que jogarem a primeira fase, antes da de grupos, receberão US$ 400 mil. As equipes que forem jogar as oitavas de final ganharão a quantia de US$ 750 mil por partida. Quem chegar às quartas de final receberá US$ 950 mil por jogo. A semifinal pagará US$ 1,25 milhão por duelo.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.