Depois de volta à Primeira Divisão, América-MG se mostra insatisfeito no valor recebido com a cota de TV


O América não se mostrou satisfeito com o contrato de TV oferecido pela Globo para 2016. Em entrevista concedida ao jornalista Émerson Romano, no programa Turma do Bate-Bola, da Rádio Itatiaia, o presidente Alencar da Silveira Júnior garante que seguirá negociando com a emissora detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. Segundo publicação do Superesportes MG, o objetivo é arrecadar uma quantia superior aos R$ 20 milhões iniciais.

“Ninguém do América assinou o contrato. Acho que o valor precisa ser negociado e sugerido pelo clube. Não podemos aceitar somente o que a Globo quer. Tudo na vida é negociação. O América assinará contrato de um ano e precisa de garantia, pois é muito fácil para a Rede Globo de Televisão colocar o que ela pretende pagar. Há times com contratos de 10 anos, e nós de apenas um. A partir do momento em que nos firmarmos na Série A, vamos exigir um contrato maior. Todos os clubes com contrato de um ano precisarão de garantia para a temporada seguinte”, afirmou Alencar, referindo-se a Figueirense, Chapecoense, Ponte Preta e Santa Cruz, que devem ganhar o mesmo montante que o Coelho.

Segundo o mandatário americano, nenhum dos clubes citados está satisfeito com os R$ 20 milhões propostos. “Não assino contrato nesse valor. Precisamos conversar com a Rede Globo e posso garantir que nenhum aceita o que estão oferecendo neste momento”.

O dirigente alviverde entende que o América precisa se unir às equipes e conversar com mais calma visando ao aumento dos valores.

“Pode vir mais dinheiro? Pode sim. A partir do momento em que fizermos união dos quatro clubes e sentar para conversar. Não é simplesmente balançar a cabeça para cima e para baixo e dizer que sim. O América não aceita o que está sendo oferecido e nem vai aceitar uma imposição da Rede Globo. O clube precisa negociar e vamos continuar negociando”, observou.

Por fim, Alencar citou como exemplo Corinthians e Flamengo, que recebem R$ 170 milhões cada. “Por que um time de outro estado recebe mais? O América tem o direito de negociar. Não somos inferiores a ninguém. A Globo tem que sentar e conversar”, encerrou.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.