Direto ao Ponto: Depois da tempestade, Globo prevê bonança em 2016


Por Alex de Souza.
Colunista do Midiaesportiva.net.

O esporte na Globo ao longo de 2015 viveu um caos, devido a inúmeros fatores no qual a audiência se estabilizou ou dimuniu em situações isoladas e o faturamento com publicidade rendeu menos do que se esperava. É certo dizer que a crise bateu à porta da emissora da Família Marinho?

Talvez. Considerando que a perda de patrocínios importantes, como a Petrobras - que até então era uma apoiadora formal das transmissões da Fórmula 1 pelo canal, pudesse ter feito a Globo descer ladeira abaixo em termos de lucro, o mesmo não se pode dizer das transmissões de futebol, que em média ordenha boas participações no ramo, mas que em 2015 se manteve no mesmo patamar em relação a 2014.

Em contrapartida, a audiência já é um fator que virou uma verdadeira tempestade pelas bandas do Jardim Botânico em meio a superproduções e estreias no qual uma pequena parcela de audiência se perdeu ao longo do ano, entre as "pragas do Egito" e a estreia de programas e reality shows de outras emissoras. Neste quesito, quem sofreu bastante com essa desenfreada concorrência foi, sem sombra de dúvidas, os amistosos da Seleção.

Mas, para 2016, com a cobertura de mais eventos esportivos, como as Olimpíadas do Rio e outros mais, a expectativa é de que a "bonança" possa se expandir para os demais segmentos, bem como a continuidade de uma lucratividade ostensiva que faça render ao máximo possível.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.