Esporte Interativo já sonda clubes sobre direitos do Brasileirão 2018/19 na TV paga


Os clubes da Série A do Brasileiro foram procurados pelo canal Esporte Interativo, que os sondou sobre os direitos do Nacional na TV fechada para as temporadas 2018-19. Executivo da emissora acenou com um incentivo de R$ 40 milhões de luvas pela assinatura do contrato, o que “mexeu'' com diversos clubes, especialmente os que enfrentam situação financeira difícil e precisam de um influxo de dinheiro para a próxima temporada.

A proposta foi confirmada por dois presidentes de clubes da região sudeste que conversaram com o canal ao UOL Esporte, pelo jornalista Eduardo Ohata, Cartolas consultaram executivos da Globosat sobre a proposta que receberam do Esporte Interativo e sugeriram que recebessem da programadora do Rio R$ 40 milhões de luvas.

Eles foram ouvidos e a informação levada em consideração. Mas a resposta não os agradou. Ouviram que a Globosat até poderia liberar R$ 40 milhões agora, mas em contrapartida enxugaria em torno de 25% do que os clubes costumam receber pelos direitos de TV fechada.

A área de negociação de direitos de TV da Globo sofreu mudanças radicais este ano, com o anúncio do afastamento de Marcelo Campos Pinto, que tradicionalmente negociava com os cartolas dos clubes os direitos de TV.

Em seu lugar, tomaram a frente das negociações Pedro Garcia, que desempenhava a função de diretor de negócios dos canais SporTV, Premiere e UFC Combate, e Roberto Marinho Neto, filho de Roberto Irineu Marinho.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.