Internacional só jogará a Primeira Liga em 2016 se contrato de TV for assinado


O Internacional não vai deixar a liga Sul-Minas-Rio, chamada de Primeira Liga, mas também não tem participação garantida no campeonato programado para o ano que vem.

O clube gaúcho afirma que a falta de um contrato para os direitos de transmissão torna a disputa inviável, segundo o UOL Esporte, por Jeremias Wernek. A diretoria do Colorado também se mostrou cética sobre a realização da edição de 2016 de um modo geral.

"O problema é que ainda não houve uma sinalização concreta do contrato dos direitos de transmissão. Aí não existe receita, estamos todos baixando valor de ingresso e jogar só pela renda da bilheteria não vale a pena. Viver só disso não dá. Até agora, há 40 dias dos jogos programados, não se tem o contrato. Só que é um produto interessante. Há ceticismo para (realização) em 2016", disse Vitorio Piffero, presidente do Internacional, nesta terça-feira (15).

A posição do Inter, deste modo, fica mais voltada para o âmbito político. Mesmo que outros clubes fundadores tenham liderado com mais ênfase o debate e o fomento da liga.

"A liga é uma chance de se formar um fórum, um novo Clube dos 13. Mas não vejo necessidade de apressar as coisas, de se jogar logo no ano que vem. O Internacional não está fora, mas não vai participar de uma competição deficitária. Se não houver contrato de TV, não vamos jogar. Simples", decretou Piffero.

Na semana passada, o Cruzeiro anunciou que está fora da competição. Flamengo e Fluminense também foram especulados como outros desistentes.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.