Esporte Interativo avança em negociações e clubes definem prazo para fechar acordo até o final do mês


O bloco de sete clubes que negocia os direitos de transmissão do Brasileiro em TV fechada com o Esporte Interativo definiu o prazo máximo de 31 de janeiro para assinar o contrato de 2019 a 2024. Segundo o ESPN.com.br, por Marcus Alves, Eles voltaram se reunir nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro, e contaram mais uma vez com a presença do Flamengo. O São Paulo não compareceu e enviou recado.

O vice de futebol tricolor Ataíde Gil Guerreiro avisou que não poderia ir, mas ressaltou que segue interessado e prometeu ir ao próximo encontro. O Fla esteve representado dessa vez pelo seu marketing. Ao contrário dos demais, o time da Gávea mantém a postura de 'ouvinte' e não decidiu ainda com que proposta fechará.

Grêmio, Inter, Santos, Fluminense, Coritiba, Atlético-PR e Bahia fazem parte do grupo que conta com negociações mais adiantadas.

Eles discutiram os últimos detalhes do contrato nesta segunda-feira e acertaram uma nova reunião, dessa vez com seus departamentos jurídicos, na próxima quarta-feira para dar a largada nos contratos. Mesmo com as conversas em conjunto, se assinados, eles serão individuais.

A Rede Globo, que detém os direitos na TV fechada até 2018, monitora os passos. Ela mantém a confiança de que, na última hora, manterá as equipes ao seu lado. Corinthians, Vasco, Botafogo e Sport estão apalavrados com a emissora carioca, de acordo com informações de mercado.

O objetivo dos executivos do Esporte Interativo é fechar com o bloco de sete clubes e procurar em seguida os times menos tradicionais não contatados até aqui. Assim, ele asseguraria uma 'reserva' que lhe permitiria fazer as transmissões, independente de eventuais concorrentes.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.