Retrospectiva 2015: Bandsports e Sports+


No último artigo sobre a "Retrospectiva 2015" dos canais esportivos, resolvi juntar duas emissoras em um artigo. O fato para tal feito é que não há numerosos tópicos para serem tratados com estes dois canais de forma separada como teve em outros canais. Por isso, este artigo vai falar dos canais Bandsports e Sports+.


  • Bandsports

O canal esportivo da Band esteve mais uma vez ameaçado em 2015, mas aguentou firme e terminará o ano de forma estável. Entretanto, o canal não apresentou as novidades que tinha anunciado e acabou terminando quase na mesma.

Fórmula Indy: Após uma arrastada negociação, dificultada por problemas judiciais e interesse da ESPN, o Bandsports acabou renovando os direitos da Fórmula Indy e transmitiu todas as corridas ao vivo e com exclusividade na TV paga em 2015. Entretanto, o novo acordo foi válido apenas para a temporada recém encerrada, um novo terá que ser negociado para 2016. Lembrando que, no ano que vem, teremos a disputa da 100ª edição das 500 milhas de Indianápolis, o maior evento automobilístico mundial.

Roland Garros: Mais uma vez, o canal esportivo da Band transmitiu com exclusividade o Roland Garros, o segundo grand slam do circuito da temporada do tênis. 6 profissionais foram para Paris e transmitiram partidas in loco do torneio. Pela SKY, o evento foi transmitido com um canal adicional para partidas alternativas.

Chegada da 2ª divisão italiana: Talvez a maior surpresa do Bandsports tenha sido a volta de futebol europeu no canal. Longe de ser uma grande liga, mas o Bandsports passou a transmitir jogos da 2ª divisão italiana a partir desta temporada 2015/2016. A competição pertence a ESPN Brasil, que sub-licenciou os jogos para o Bandsports.

Carlos Lima: O antigo narrador da ESPN fez sua estreia no Bandsports em 2015 e transmitiu o primeiro título de uma brasileira (Teliana Pereira) em um evento da WTA.

2016: O ano do Bandsports em 2016 será totalmente focado na cobertura e nas transmissões ao vivo para Rio 2016. Mesmo com apenas um canal, a emissora tentará fazer o melhor trabalho possível. Além disso, uma possível transmissão das 500 milhas de Indianápolis também seria um momento especial do Bandsports.

  • Sports+

De todas as emissoras retratadas nesta retrospectiva, todas elas são atuais e se reforçam. Entretanto, o Sports+ é um "ex-canal" esportivo, pois foi descontinuado após a recorrente perda de eventos que atingiram o canal.

Entre os eventos que faziam parte do canal e que deixaram a emissora foram a UEFA Champions League (fim do contrato sub-licenciado com a ESPN), o Campeonato Espanhol (ESPN fez parceria com a FOX) e a NBA (pacote de jogos comprado pelo SporTV). Sem contar a não-renovação dos direitos da Euroliga de Basquete.

Com o esvaziamento da grade, a SKY optou pelo encerramento de seu canal esportivo e na saída de toda a sua equipe esportiva. O comentarista Ricardo Bulgarelli (NBA, hoje na ESPN) chegou a se emocionar na última transmissão da emissora.

Com o encerramento do canal, alguns eventos importantes ficaram sem transmissão na televisão brasileira o resto do ano, como o ATP 500 e a NRL, pois os contratos assinados com a SKY ainda estavam vigentes.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Fabrício Carvalho

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.