Acordos televisivos pode ser um dos empecilhos para criação da Liga Nacional de Clubes



O pontapé inicial para a organização da Liga Nacional a partir de 2017, proposta pela Primeira Liga em um documento com dez reivindicações, deverá ser dado a partir da próxima semana. Os 40 clubes das Séries A e B estarão na sede da CBF, no Rio de Janeiro, para a realização dos congressos técnicos de seus campeonatos e se movimentam para avançar no assunto.

Existe a articulação ainda incipiente para um encontro com representantes para discutir o novo modelo. Os dirigentes têm passagem prevista pelo Rio entre quarta e quinta-feira que vem.

Segundo o ESPN.com.br, por Marcus Alves, um dos empecilhos para que a proposta seja colocada em prática a partir da próxima temporadas são os acordos televisivos - os paulistas, por exemplo, assinaram recentemente com a Rede Globo até 2021. Os demais se encontram com contratos em aberto a partir do ano que vem.

Ainda se encontra em andamento a organização de uma associação paralela sugerida pelo presidente do Santos, Modesto Roma Jr., durante o debate sobre contratos de TV e que já conta, inclusive, com o seu estatuto elaborado por Marcelo Sant'Ana, do Bahia. Ela abrangeria os 40 clubes das Séries A e B.

Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.