Galvão Bueno comenta protesto da torcida do Corinthians contra Globo: “É direito do cidadão”


Principal narrador da Globo, Galvão Bueno se manifestou sobre os protestos feitos pela Gaviões da Fiel nos jogos do Corinthians. Entre as faixas levadas para a Arena Corinthians, nesta quarta-feira (2), no duelo contra o Santa Fe pela Libertadores, uma delas dizia que o futebol brasileiro é refém da emissora. A informação é do UOL Esporte.

“Eu gostaria de registrar que são só três canais que transmitem a Libertadores para o Brasil”, disse, fazendo referência à Globo, SporTV e FOX Sports. “A Globo é a única que transmite gratuitamente em TV aberta, como também fazemos com o futebol brasileiro há 40 anos. Mas protestar é direito do cidadão”, completou.

Além da Globo, a Gaviões protesta também contra o preço dos ingressos, a Federação Paulista de Futebol e o deputado estadual do PSDB e presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Fernando Capez.

Famoso por ter enfrentado as torcidas organizadas no período de promotor público nos anos 1990, Capez foi um dos alvos da Gaviões da Fiel por ter seu nome citado por alguns investigados na Operação Alba Branca da Polícia Civil (responsável por apurar fraudes na compra de merendas escolares nas escolas estaduais de São Paulo). Outro citado por investigados da operação é o ex-chefe de gabinete da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin, Luiz Roberto dos Santos.

As faixas de protesto da Gaviões causaram polêmica no clássico contra o São Paulo, no dia 14 de fevereiro. Na ocasião, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira pediu para que o zagueiro Felipe, capitão do Corinthians no jogo, falasse com a torcida e pedisse para que as faixas fossem guardadas. Dias depois, a Federação Paulista de Futebol emitiu uma nota dizendo que não coíbe nenhum tipo de manifestação pacífica.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.