Esporte Interativo não pensa em acordo com Globo por jogos de times de emissoras diferentes



O Esporte Interativo não está preocupado sobre o que fazer em partidas entre equipes com as quais tem contrato e as que assinaram com a Globo para a transmissão em TV fechada do Brasileiro de 2019 a 2024. A avaliação da emissora é de que ela não precisa desses jogos para fazer com que seu modelo seja rentável.

De acordo com o jornalista Ricardo Perrone, no UOL Esporte, se menos que exista acordo entre TVs e clubes, os duelos em que as equipes possuem acordos com canais por assinatura diferentes não podem ser transmitidos nesse sistema.

“O desenho do nosso projeto prevê só os jogos com os times que assinaram com a gente. Não precisamos de outras partidas”, disse Bernardo Ramalho, diretor da Turner, dona do EI.

Ao blog, porém, a Globo já admitiu conversar com a concorrente para viabilizar as transmissões dessas partidas.

Na última terça, o EI anunciou oficialmente ter assinado com Santos, Internacional, Bahia, Criciúma, Joinville, Atlético-PR, Ceará, Fortaleza, Paissandu, Paraná, Coritiba, Ponte Preta, Sampaio Corrêa e Santa Cruz. Mas o time pernambucano alega que firmou só um pré-contrato e que depois se acertou com a Globo.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.