Sem Campeonato Brasileiro, Band corre o risco de perder o quarto lugar, avalia colunista



Discutir os motivos que levaram a direção da Bandeirantes a paralisar as transmissões do futebol passa a ser o menos importante nesta altura dos acontecimentos. Segundo o colunista do UOL, Flávio Ricco, o estrago está feito e só nos resta aguardar pelas consequências de tão drástica medida, em uma emissora que sempre teve o jornalismo e o esporte como principais pilares da sua grade de programação.

A primeira grande sequela, sem qualquer medo de afirmar, será a queda da sua média de audiência, com o esvaziamento de pontos que sempre foram importantes no seu fechamento mensal e como argumento de vendas do departamento comercial.

Sem os números do futebol, a Bandeirantes terá sérias dificuldades de manter o quarto lugar de agora, ainda mais se considerarmos que a sua carga de produção, nos dias atuais, é infinitamente menor que a da Rede TV!, concorrente mais próxima, e TVs Cultura e Gazeta.

O que mais chama atenção é que até agora, passada quase uma semana do anúncio da desistência do campeonato brasileiro, nenhum diretor da Band se dignou a dar alguma satisfação a quem quer que seja. O terror está instalado no seu departamento de esportes. É muito complicado trabalhar sem saber como será o dia de amanhã.

O Sindicato dos Radialistas de São Paulo está atento e acompanhando muito de perto os desdobramentos, em função de a Bandeirantes ter desistido de transmitir o campeonato brasileiro da série A. Já chegou à entidade a informação sobre o risco de cortes após os Jogos Olímpicos.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.