Faustão diz que Hypolito desistiu de participar de programa por ameaça de ficar fora da Rio-2016


Por UOL Esporte.

O apresentador Fausto Silva fez duras críticas neste domingo. O motivo: um suposto veto de dirigentes brasileiros da ginástica artística à participação de Diego Hypolito em um quadro musical de seu programa na Rede Globo.

Diego era um dos convidados para participar do quadro “Ding Dong”, onde atuaria ao lado da irmã, Daniele. Entretanto, o atleta se ausentou e foi substituído por Caio Ribeiro, comentarista de futebol da emissora carioca.

“Ele não veio por causa de compromissos com a seleção”, explicou Daniele. O apresentador, no entanto, rebateu a ginasta e lembrou o técnico Fernando de Carvalho Lopes, afastado da seleção brasileira de ginástica na sexta-feira (15) após acusações de abuso sexual – Diego negou problemas com Lopes.

“Na verdade, o Diego não deve ter vindo por que teve problema com o treinador dele, o Fernando Carvalho, acusado de abuso sexual. Mas a gente esperava ele aqui”, afirmou Faustão. Daniele Hypólito chegou a convidar participantes da plateia para participar do quadro com ela, mas acabou acompanhada por Caio.

A ausência mediante a situação na seleção brasileira de ginástica, porém, irritou Faustão. O apresentador insinuou censura de dirigentes esportivos à participação de Diego Hypólito na atração e cobrou uma posição do presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

"O Diego estava aqui. Pouco antes de entrar no palco, ele recebeu telefonema de alguém do Comitê Olímpico  dizendo que não era para entrar, que ele seria expulso das Olimpíadas. Jaime Praça (diretor do programa), manda ligar para o Arthur Nuzman, que é presidente do COI (sic) para dar resposta à sociedade brasileira porque este tipo de censura e punição a um atleta do nível do Diego que vem para um programa de televisão para uma competição musical e acaba ameaçado", disse Faustão.

“O fato de o treinador ter sido afastado por causa de uma suspeita não tem nada a ver com ele. Aí o dirigente, que deve ser um imbecil, liga para ele antes de entrar no ar e fala manda ele não participar. Ficou o Diego chorando, porque era a chance que ele tinha de receber uma homenagem. Porque a gente sabe que as condições de atletas no Brasil são ótimas, não é? Igual Alemanha, Estados Unidos. Uma decisão imbecil, que só dirigente brasileiro toma uma atitude imbecil assim. A sociedade brasileira espera uma posição de Carlos Arthuz Nuzman, que não deve aparecer”, disse Faustão. As palavras de Faustão foram bastante aplaudidas pela plateia.

Em contato, a assessoria de imprensa do COB informou que: "Foi uma decisão do técnico do atleta na seleção brasileira da Confederação Brasileira de Ginástica , Marcos Goto, com a intenção de evitar tirá-lo do foco  às vésperas dos Jogos Olímpicos. Vale ressaltar que o atleta não pediu autorização ao seu treinador para participar do programa. Por fim, esclarecemos que o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, foi ofendido injustamente, sem que tivesse qualquer participação no fato, uma vez que em nenhum momento foi consultado ou participou dessa decisão".

Após o primeiro desabafo por causa da censura, Faustão voltou ao tema e afirmou ter recebido a informação de que Nuzman nada teve a ver com o caso.

"Há mais de uma semana já estava combinado de ele participar. Não foi pelo caso que ele viria, já estava combinado que ele ia participar do quadro. Um minuto antes de entrar, ele recebe um telefonema o proibindo e o ameaçando de ficar fora das olimpíadas. Agora a imprensa esportiva vai assumir o caso", disse.

Uma produtora entrou no palco e revelou que Diego passou mal nos bastidores ao saber do veto.

"Ele estava pronto para entrar, recebeu o telefonema, ficou nervoso, falou que não podia entrar de jeito nenhum, senão não ia participar das olimpíadas. Ele passou mal, foi atendido pela equipe médica. Não disse quem ligou", contou.

Mais tarde, Faustão voltou a tocar no assunto e leu a nota oficial emitida por Carlos Arthur Nuzman. O apresentador ressaltou, também, que ficou sabendo da ausência de Diego apenas no intervalo do primeiro bloco do quadro.

Nas redes sociais, Diego Hypolito minimizou o veto ao programa e afirmou estar com foco na preparação para os Jogos Olímpicos do Rio. O ginasta, ainda, disse ter boa relação com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e com a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG). Horas depois, no entanto, o atleta apagou o post.

Pessoal, sobre a minha não participação no programa do Faustão , que estava agendada para hoje , gostaria de deixar claro uma coisa : meu foco hoje é o meu treinamento , meu objetivo é representar bem o meu país , que eu tanto amo .

Admiro muito o programa do Fausto, que sempre me tratou com o maior carinho, mas preciso esclarecer que o Presidente do COB , Carlos Arthur Nuzman , nada tem a ver com essa minha não participação no programa .

Escrevo isso da minha conta pessoal do Instagram, para afirmar que sempre tive e tenho uma excelente relação com o COB, que vem me dando, junto com a CBG, as melhores condições de treinamento”.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.