Nova série do Lifetime entra no clima das olimpíadas e acompanha seis jovens atletas em busca da medalha de ouro



O caminho para conquistar uma medalha olímpica começa em casa, onde atletas extraordinários e suas famílias sacrificam tudo em nome dos seus sonhos. Esse é o mote da nova série doLifetime, Famílias de Ouro, que acompanha seis atletas com grande potencial de conquistar medalhas olímpicas este ano, e suas famílias, revelando suas marcas fantásticas, dificuldades econômicas e sacrifícios pessoais pelos quais todos passam para alcançar o pódio nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Sobre as Famílias de Ouro:

Aly Raisman, 21 anos, ginasta vencedora de medalha de ouro – foi a ginasta norte-americana mais condecorada com medalhas nas Olimpíadas de Londres 2012. A capitã de três tempos tem agora a oportunidade de se tornar a primeira ginasta dos EUA a ganhar dois ouros consecutivos em Olimpíadas, em mais de 15 anos, e a primeira ginasta da história a ganhar medalhas em duas Olimpíadas seguidas. Seus pais, Lynn e Rick, ganharam atenção internacional quando um vídeo deles assistindo à performance da filha nas arquibancadas viralizou, uma vez que eles continuam a torcer por ela em cada passo do caminho. A mais velha de seus irmãos, Aly tem uma grande base de apoio em sua família, mas entende a pressão de fazer parte do time olímpico. Assim como é difícil chegar ao topo, é mais difícil manter-se lá.

Steele Johnson, 19 anos, atleta de mergulho – um dos favoritos a levar a medalha de ouro em mergulho e mergulho sincronizado masculino nos Jogos Rio 2016. A família muito unida de Steele, formada pelos pais Bill e Jill, e seus irmãos Race e Hollyn, fez investimentos financeiros e emocionais para a ida dele ao Rio, sem plano de emergência. Como cristãos devotos, eles têm na Igreja um importante sistema de apoio ao longo da jornada de Steele.

Jajaira Gonzalez, 19 anos, boxeadora – ela nasceu com o boxe no sangue: seu pai, José, era boxeador amador em Guadalajara, antes de ir para os EUA, e seus irmãos Joet e Jousce são potências do boxe. Outro irmão, o JonJairo, se afastou do boxe e o caçula da família, Jason, tem paralisia cerebral. Isso fez com que Jajaira ficasse ainda mais determinada a marcar seu nome no mundo do boxe feminino. Enquanto treina com a família, ela ainda faz sua parte para ajudá-los a pagar as despesas, limpando casas com sua mãe, Sofia. O boxe é tudo para a família González, que fará de tudo para ir às Olimpíadas.

Jordan Windle, 17 anos, atleta de mergulho – ele é constantemente comparado ao seu mentor e lenda do mergulho, Greg Louganis. Aos dois anos de idade, Jordan foi adotado em um orfanato no Camboja, por Jerry Windle, que depois casou-se com Andres Rodriguez. Os dois pais de Jordan fizeram inúmeros sacrifícios, deixando empregos lucrativos e mudando de casa, para que Jordan pudesse trabalhar com um dos melhores treinadores do mundo. Será que todo o investimento da família no sonho olímpico de Jordan, tanto financeiro quanto emocional, valerá a pena?

Nastasya Generalova, 16 anos, ginasta rítmica – caso vá ao Rio, será a primeira ginasta rítmica negra em uma Olimpíada. Sua mãe Olga, ex-ginasta russa, é uma mãe solteira que trabalha em inúmeras funções para pagar as contas dela e de Nastasya. Enquanto outras atletas têm os pais, treinadores e mesmo massagistas em sua equipe, Nastasya está sempre sozinha nas competições, pois a mãe está sempre trabalhando e não consegue acompanhá-la. Aos 13 anos, ela fez parte do time nacional dos EUA, despertou a atenção de Taylor Swift, que a chamou para o clipe de Shake it Off. Assim que as filmagens acabaram, Nastasya voltou aos treinos, para aumentar suas chances de vitória.

Sean Grieshop, 16 anos, nadador – está no ranking dos melhores nadadores dos EUA, na categoria Junior. Se ele quiser ir ao Rio, terá de ser igualar aos campeões Michael Phelps e Ryan Lochte. Os pais de Sean, Neil e Anne, e seus dois irmãos, Ryan e Jack, saíram de El Paso para Austin, de forma que o menino pudesse treinar com um técnico renomado. Mas com a chegada dos testes, Sean foi surpreendido recentemente com a renúncia de seu treinador. Todos os meninos Grieshop dependem do apoio de Anne, então sempre há competição entre os irmãos pela atenção dos pais.

No episódio de estreia, A contagem regressiva começa, o telespectador vai conhecer os seis atletas extraordinários e os sacrifícios que suas famílias fazem em nome de seus sonhos de glória. Os jovens mostrarão um pouco da experiência de participar dos testes para os jogos olímpicos.

O segundo episódio, que vai ao ar no sábado, dia 16/7, às 19h30, O preço do ouro, Nastasya Generalova persegue seu sonho de tornar-se a primeira atleta negra em ginástica rítmica. Enquanto isso, o mergulhador Steele Johnson se machuca durante o treino, o que leva sua família a questionar se ele vai conseguir chegar aos testes para os Jogos Olímpicos. Em Boston, a ginasta Aly Raisman continua treinando para impressionar a "deusa" da ginástica Marta Karolyi.

No domingo, dia 17/7, às 19h30, o Lifetime exibe o terceiro episódio da série.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.