Ônibus com jornalistas é atingido a caminho do Parque Olímpico da Barra da Tijuca



Um ônibus que transportava jornalistas foi atingido por dois objetos na noite desta terça-feira (9), por volta das 19h45, quando estava a caminho do Parque Olímpico da Barra da Tijuca. Segundo o UOL Esporte, por Bruno Doro, o veículo saiu de Deodoro e, quando passava pela região de Curicica, na zona oeste da cidade, duas janelas foram quebradas.

Ainda não há informação sobre o que causou o estilhaço. Policiais revistaram o interior do ônibus e disseram se tratar de pedras, não de balas perdidas. Os passageiros, porém, falam em balas de pequeno calibre. No momento em que o incidente aconteceu, os passageiros se jogaram ao chão. Dois deles sofreram ferimentos leves. Um jornalista de Belarus sofreu cortes pequenos na mão. Outro, um voluntario, sofreu um corte no braço.

"Não sei dizer se era uma pedra ou um tiro. Poderia ser uma pedra. Poderia ser um tiro", disse Artur Zhol, da Pressball, de Belarus, um dos machucados.

"Uma coisa é quando acontece com outras pessoas e você só ouve falar. Outra coisa é quando acontece com você, você presencia algo assim. Não sei como vou fazer para continuar cobrindo essa Olimpíada. Não sei como vou entrar em um novo ônibus e encarar esse caminho de novo. É isso o que eu estou me perguntando agora. Talvez seja melhor pensar em entrar, em criar coragem e tentar. Não sei", completou o jornalista.

Órgãos de segurança admitem a agressão, mas não confirmam se foi um tiro. Eles cogitam a possibilidade de ter sido uma pedra ou bala perdida. Após o ataque, os militares escoltaram o veículo atingido e outro ônibus que vinha atrás dele. Um comitê de crise formou-se para analisar o caso. A Polícia Federal foi a primeira força policial a entrar na investigação.

Um motorista ouvido pela reportagem disse que não é a primeira vez que um incidente como esse acontece. Na semana anterior, uma pedra amassou a lataria de um ônibus.

O Comitê Organizador da Rio-2016 divulgou comunicado oficial na noite desta terça em que afirmou que o motorista prestará depoimento à polícia e o ônibus atacado será submetido a perícia.

"O motorista prestará depoimento à polícia ainda esta noite acompanhando por um gerente de Segurança do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Também esta noite o ônibus será submetido a perícia oficial pela polícia. Os resultados preliminares serão divulgados assim que estiverem prontos", diz a nota.

Além disso, a Rio-2016 informou que que as forças de segurança irão aumentar o policiamento na região em que aconteceu o ataque.

"O Coordenador Geral de Defesa de Área (CGDA) do Exército e a Polícia Militar informaram que aumentaram o patrulhamento na região", finaliza o comunicado.



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.