Bell Marques conta que se diverte com narração de Rômulo Mendonça em jogos da NFL na ESPN



O cantor Bell Marques é conhecido em todo o país como o Rei do Axé e idolatrado por todo o sucesso que fez à frente da sua antiga banda Chiclete com Banana, hoje ele está em carreira solo. Mas graças ao narrador da ESPN Rômulo Mendonça, o músico também passou a ter relação com o futebol americano no Brasil, segundo informa o UOL Esporte.

A cada partida do Pittsburgh Steelers e jogadas de efeito do running back Le'Veon Bell, Rômulo cita Marques em sua narração e canta sucessos como ''Cara, caramba''. Inclusive, deu ao jogador o apelido de Chicleteiro Bell.

''Acho que faz um ano e meio que comecei com isso. Sempre que tem na minha escala jogo do Pittsburgh Steelers eu brinco com isso. Tudo começou porque o Paulo Mancha (comentarista) gosta de rock, é do metal. E eu falava do Le'Veon Bell e dizia ao Mancha que ele é um chicleteiro para zoar. E isso pegou de vez. Sei que o Bell Marques não está no Chiclete, mas ele ficou muito conhecido por causa da banda'', contou Rômulo.

Apesar de a brincadeira já ter um tempo, foi no domingo – na vitória do Pittsburgh Steelers sobre o Miami Dolhpins por 30 a 12 na abertura dos playoffs da NFL – que Bell Marques soube que estava sendo homenageado por Rômulo e fez diversos posts no Twitter se divertindo com a narração.

''Eu estava almoçando e um monte de pessoa começou a me ligar dizendo que estavam falando de mim na ESPN. Coloquei no canal, comecei a observar e me divertir. Ele (Rômulo) falou coisas muito legais e fiquei feliz. Acabei assistindo o jogo inteiro'', contou Bell Marque. ''Não conheço o Rômulo pessoalmente, mas já admirava o trabalho dele. E está aprovada a brincadeira. Ele é muito criativo'', completou.

Bell Marques contou também que nunca havia parado para acompanhar uma partida de futebol americano e pouco sabe das regras ou dos times que disputam a NFL, mas que a partir de agora vai prestar mais atenção. Seu time favorito já é o Pittsburgh Steelers e Le'Veon Bell o jogador mais querido.

''Não prestava muita atenção em futebol americano, mas fiquei impressionado com a partida e com ele (Bell) jogando. Foram muitas tuitadas me citando e falando do jogo. Não tinha ideia que tinha tanta gente interessada pelo esporte no Brasil. Quem sabe não convido o Le'Veon Bell para vir passar o Carnaval em Salvador'', disse Bell.

O músico comprou tanto a brincadeira que fez um post em seu Twitter do tombo que levou no show de Réveillon após uma fã invadir o palco e até fez relação com uma jogada do futebol americano.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.