Coritiba prevê transmissão na internet de possível final com Atlético ou venda do jogo



Após a confusão que resultou no cancelamento do Atletiba, a diretoria do Coritiba informou que há a intenção de transmitir online uma possível final do Estadual entre os times. Outra possibilidade seria a venda para outra emissora que não a Globo. O UOL Esporte, através de Rodrigo Mattos, apurou que uma cláusula de preferência pode complicar essa revenda.

O imbróglio teve como origem o fato de Atlético-PR e Coritiba não terem aceito a proposta da Globo para contrato do Estadual. A emissora fechou com os outros dez times e a federação paranaense. Os dois grandes do Paraná tentaram transmitir o jogo na internet, e a federação impediu com uma alegação de que havia pessoas não credenciadas no campo.

''Vamos repetir como respeito ao torcedor (transmissão na final). Maior patrimônio é a torcida. E essa torcida temos que tratar com carinho'', afirmou o presidente do Coritiba, Rogério Barcelar, que não descartou acordo com outra emissora. ''Podemos fazer o acordo. Não tem problema nenhum''

Porém, uma cláusula de preferência no contrato do Estadual de 2016 é um complicador para a venda pontual do jogo. Isso porque, se qualquer emissora fizer uma proposta pelo Atletiba, os clubes teriam de apresentar a Globo que tem direito de cobrir. Assim, possíveis concorrentes ficam intimidadas.

Diretores da Globo, no entanto, falaram com Barcelar e informaram não ter relação com a atitude da federação. E acrescentaram que não viam motivo para impedir a transmissão online.

''Estive conversando com o diretor da emissora que tinha contrato e ele me disse que seria um absurdo que podemos contratar qualquer emissora. Fomos procurados por outras duas emissora, mas resolvemos fazer pela internet por youtube'', completou Barcelar.

O presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-PR, Mario Celso Petraglia, também tinha informado que negociara com a Record e com o Esporte Interativo antes do Estadual. O acerto da Globo com outros dez times e a cláusula de preferência foram complicadores para um acerto.

A tendência é portanto de uma nova transmissão online em clássico e em uma possível final do Estadual. Com isso, Barcelar quer testar se a federação paranaense vai oferecer resistência. ''Vamos ver se era esse o problema'', disse sobre a falta de credenciamento de repórteres.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.