Presidente do Sport diz que tem promessa da CBF por divisão menos injusta nas cotas de TV



Arnaldo Barros, presidente do Sport, voltou da CBF mais animado com a promessa de uma divisão menos injusta das cotas de TV aos clubes que disputarão o Campeonato Brasileiro, a partir de 2019. A expectativa é que o Leão tenha sua participação aumentada, se permanecer na elite do futebol nacional.

De acordo com NE10, por Carlyle Paes Barreto, a expectativa do Sport é ganhar no mínimo a atual cota, podendo dobrá-la de acordo com a classificação. Ou seja, ganho

Hoje o clube pernambucano está no mesmo grupo de Vitória, Atlético/PR e Coritiba. Ganhando cerca de R$ 35 milhões pela cessão dos direitos de transmissão em todas plataformas (TV aberta, TV fechada, PPV e internet). Segundo o dirigente rubro-negro, ficou certo que haverá divisão mais democrática.

A partir de 2019, 40% do bolo (hoje é de R$ 1,2 bilhão) será distribuído igualitariamente para os 20 clubes da Série A. Outros 30% seriam repartidos de acordo com a classificação no ano anterior. E os 30% restantes, divididos de acordo com o número de jogos transmitidos.

Essa terceira parte é que fará diferença pro Flamengo e Corinthians, por exemplo. Mas diminuindo substancialmente o abismo para os demais. Hoje os dois clubes recebem R$ 170 milhões por ano, cada.


Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.