Apresentador da Rádio Bandeirantes defende companheiro de trabalho envolvido em polêmica com Vagner Mancini; ouça



O apresentador Ricardo Capriotti utilizou parte de seu espaço neste domingo (20) no programa “Terceiro Tempo”, da Rádio Bandeirantes de São Paulo, para defender o repórter Felipe Garraffa, envolvido em polêmica com o técnico Vagner Mancini, no último sábado (19), na entrevista coletiva após o triunfo do Vitória sobre o Corinthians, pelo Brasileirão. A informação é do Torcedores.com, assinada por Márcio Donizete.

“Fico à vontade para elogiar o nosso companheiro Felipe Garraffa. O menino chegou chegou muito jovem, é muito jovem ainda, e o Garraffa simplesmente pulou todas as etapas do Grupo Bandeirantes e virou um profissional aqui da Rádio Bandeirantes por méritos próprios. Tem muita qualidade e competência”, começou Capriotti, que acusou Mancini de julgar covardemente o profissionalismo do jornalista durante a coletiva.

“Nós, jornalistas, às vezes não somos muito bons com números, a questão de estatística temos algumas deficiências. Talvez, por uma questão numérica, o Garraffa foi muito mal interpretado e foi julgado de forma covarde, e em momento algum ele deixou de ser o profissional que é para vestir camisa de clube para se declarar torcedor de time A, B ou C. O Felipe Garraffa foi extremamente profissional nas suas posições com o microfone da Rádio Bandeirantes na mão”, prosseguiu.

“No campo das ideias o Vagner Mancini deixou escapar a oportunidade de debater os números e ideias e transformar a discussão para o lado pessoal. No popular, jogou para a torcida desnecessariamente. Por mais que tenha havido um erro na interpretação dos números, não precisava colocar o lado pessoal no meio de uma entrevista coletiva, e ainda deixou os companheiros na mão, deixando a entrevista.”

“Com essa conversa de a imprensa de São Paulo não olhar para mais para o restante do Brasil, acaba sendo uma conversa antiquada. No momento mais difícil do país, em que o país precisa se unir, esse tipo de discurso é totalmente ultrapassado, antiquado, provinciano. Quero registrar que o Felipe Garraffa é um orgulho de nossa equipe e vai continuar trabalhando conosco com o profissionalismo que ele sempre teve”, encerrou Ricardo Capriotti.

Ouça o desabafo de Capriotti na íntegra:



Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.