Comentário de jornalista inglês sobre polêmica de Muralha gera repercussão negativa dentro do SporTV; entenda



Um comentário do jornalista Tim Vickery durante participação no “Redação SporTV” repercutiu entre profissionais do próprio SporTV. Segundo publicação do UOL Esporte, ao comentar sobre o editorial do jornal “Extra”, que anunciou que não chamará mais o goleiro Alex Muralha de “Muralha”, Vickery usou um bordão do narrador Daniel Pereira para falar que a imprensa brasileira trata os jogadores de maneira ridícula.

“Tenho muito respeito pela imprensa brasileira, mas uma coisa que eu não gosto é a maneira de tratar o jogador como ridículo. ‘Ah, presta atenção no serviço’. E quando o narrador erra nome de jogador na transmissão não tem ninguém falando ‘presta atenção no serviço’”, comentou Vickery.

Daniel Pereira usou o Twitter para afirmar que o bordão utilizado “é uma brincadeira”. “O ‘presta atenção no serviço’ é uma brincadeira sem direcionar um alvo- e, inclusive, uso também quando erro na transmissão”.


Logo após a postagem de Daniel Pereira, Luiz Ademar, comentarista do SporTV, criticou Vickery em resposta ao post do narrador. “Absurdo a comparação do camarada! Aliás, ele adora detonar a programação e os funcionários da casa. E ninguém percebe o desrespeito”.

Mais tarde, o próprio Daniel Pereira usou o Twitter para dizer que não há nenhuma confusão entre os envolvidos. “Galera, não adianta botar pilha. Não tem treta alguma – levo a vida na boa. Só tenho uma coisa a dizer: ‘Pay Attention on your service’”, escreveu o narrador, usando o mesmo bordão, mas em inglês.


Confira a declaração completa de Tim Vickery: 

O uso de apelido como nome do jogador dá margem para esse tipo de coisa. Isso é algo que talvez tenha que ser repensado. O que eu quero frisar é que isso é uma falta de respeito. Esse tipo de coisa é crônico na imprensa brasileira. Tenho muito respeito pela imprensa brasileira, mas uma coisa que eu não gosto é a maneira de tratar o jogador como ridículo. ‘Ah, presta atenção no serviço’. E quando o narrador erra nome de jogador na transmissão não tem ninguém falando ‘presta atenção no serviço’. 

Essa falta de respeito com os jogadores é grave, acontece o tempo todo. Vejo um grande motivo para isso: o abismo social que existe entre os jornalistas – a maior dos jornalistas esportivos no Brasil é classe média – e a classe social que vem os jogadores. Vejo isso acontecendo cada vez mais na Inglaterra pelo mesmo motivo. Há umas décadas, o meio social dos jornalistas era parecido com o dos jogadores. Hoje não é mais. Então tem aquela coisa da imprensa – estou vendo isso crescendo na imprensa inglesa – tratar o jogador como ridículo. Acho isso errado.




Baixe o aplicativo para Smartphones e Tablets.
Curta nossa página no Facebook
Siga nosso perfil no Twitter.
Compartilhe no Google Plus

Por Vevé Prado

Para entrar em contato com o editor - Email: midiaesportiva@hotmail.com / Celular e WhatsApp: (81)996331508.